Baja TT Oleiros – R. Branco

Rómulo Branco em segundo

O piloto luso-angolano Rómulo Branco conquistou hoje o segundo lugar da categoria automóvel na Baja TT Oleiros/ Proença/ Mação. A dupla formada por Rómulo Branco e João Serôdio, aos comandos de uma Toyota Hilux, cumpriu os 318,54 km, que compunham esta terceira jornada do CNTT 2014, em 4h51m42s terminando com uma diferença de 1m19s do primeiro classificado.

Rómulo Branco arrancou de forma cautelosa para o percurso da manhã uma vez que, para ele, todo o traçado era uma novidade e, desta forma, o piloto optou por imprimir um ritmo mais moderado. No troço da tarde, já com mais conhecimentos do percurso, Rómulo Branco conseguiu ser o piloto mais rápido deste setor.

Para o piloto luso-angolano “a prova correu muito bem. Para mim esta seria a mais complexa de todo o campeonato devido às características do traçado, onde os motores a diesel conseguem ser superiores. Assim, tentei gerir a corrida não arriscando para depois poder atacar caso surgisse a oportunidade. Da parte da tarde, já com maior conhecimento do troço, entrei com um ritmo mais forte e cheguei a CP2 a 15 segundos do 1º lugar. Fiz uma boa gestão durante toda a prova, mas não foi suficiente para vencer ”, revelou Rómulo Branco.

A luta pela liderança do campeonato continua a ser muito disputada e Rómulo Branco permanece muito próximo do primeiro lugar revelando-se como um dos pilotos favoritos à conquista do título.

Fonte: Pedro Barreiros

 

 

 

Mais info aqui..! Visite, marque o “Gosto/Like” no topo da página e divulgue-a junto da sua lista de amigos. Assim, enquanto procurarmos levar a sua informação mais longe e a um número maior de pessoas, poderá ver o seu “logo de perfil” aparecer, aleatoriamente, nas páginas principais do TTVerde..!

Informação e divulgação gratuita de eventos e actividades dentro do espírito TTVerdePT, conforme as nossas condições gerais de divulgação.  Rejeitamos a responsabilidade pelas informações e material gráfico disponibilizados por terceiros. Este site não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente, publicando os textos conforme as preferências dos seus autores.