"Dakar" 2014 – Paulo Gonçalves

Depois do título mundial, Paulo Gonçalves também quer lutar pela vitória no Dakar



 

Português integra o quinteto de pilotos da equipa oficial Honda

Paulo Gonçalves enfrenta de 5 a 18 de Janeiro aquela que é a sua oitava participação no Rali Dakar. Na edição de 2014, a mítica prova de Todo-o-Terreno mundial atravessará a Argentina e a Bolívia rumo ao Chile, sendo o palanque da partida montado na cidade de Rosário e o de chegada na cidade de Santiago.

Integrado na estrutura oficial Honda HRC, Paulo Gonçalves está confiante em tirar o melhor partido da nova equipa, a qual aponta um único objetivo: vencer.

Estou naturalmente muito motivado para discutir a vitória neste Rali Dakar, quero estar o maior número possível de vezes na frente das etapas e poder chegar ao Chile com o melhor resultado alcançado. O objetivo da equipa Honda HRC é vencer o Dakar, somos cinco pilotos a trabalhar nesse sentido e tudo está preparado para que possamos chegar à tão desejada vitória”, frisou o esposendense.

Com o dorsal número dez na Honda CRF 450 Rally, Paulo “Speedy” Gonçalves procura, assim, largar o azar que o tem perseguido ao longo das suas sete participações no Rali Dakar para assinar uma marca na liderança.  “Penso que está na altura da grande reviravolta”

Em estatuto de Campeão do Mundo de Ralis Todo-o-Terreno, Gonçalves parte para a América do Sul como um dos principais favoritos à vitória final.   Foram mais de quarenta dias de prova até chegar ao título mundial, onde estive sempre numa luta intensa com o Marc Coma, detentor de um ‘gigante’ percurso no Dakar, por isso chegar ao final e ter conseguido superá-lo deixa-me bastante mais entusiasmado e confiante para esta grande prova. Penso que está na altura da grande reviravolta, frisou o piloto.

 

Fonte: Hugo Oliveira Santos

Informação e divulgação gratuita de eventos e actividades dentro do espírito TTVerdePT, conforme as nossas condições gerais de divulgação.  Rejeitamos a responsabilidade pelas informações disponibilizadas por terceiros. Este site não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente, publicando os textos conforme as preferências dos seus autores.