Nacional de Karting 2012

Cerca de uma centena de pilotos arrancaram competição 


O Kartódromo Internacional de Braga foi palco este fim-de-semana da primeira jornada do Campeonato de Portugal de Karting 2012, prova que reuniu cerca de uma centena de pilotos, em mais uma organização do Clube Automóvel do Minho.

Foram seis as categorias presentes, num total de 18 corridas, distribuídas por Iniciação, Cadetes, Juvenis, Júnior, X30 e X30 Shifter, proporcionando momentos interessantes de seguir com muita animação de luta pelos lugares cimeiros.

Começando pela categoria Júnior, a final foi vencida por Bruno Borlido, ele que também já tinha levado a melhor nas duas mangas de qualificação disputadas anteriormente. Nesta derradeira corrida, arrancou na frente e conseguiu manter esse lugar de início a fim. Para a segunda posição houve alguma luta na parte inicial da prova, com Bruno Oliveira a ocupar o lugar nas primeiras três voltas, não conseguido depois segurar Eduardo Jesus. Mesmo na derradeira volta, houve algumas trocas, com Bruno Oliveira a subir a segundo, seguido pelo espanhol Roberto Sampayo.

Nos Juvenis a luta foi muito acesa na final entre os vencedores das duas mangas anteriores, – Bruno Ponte e o espanhol Brais Villar -, mas apenas até à nona volta. Depois de uma luta sem tréguas com Ponte na frente sempre pressionado por Villar, a três voltas do final ambos tocaram-se, com Ponte a ficar pelo caminho e Brais a ser sexto. Este facto aproveitou bem Tomas Apolónia que assim viu abertas as portas da vitória, sendo seguido por Diogo Pinto e José Oliveira, estes que chegaram a ser terceiro e quarto classificados, na parte inicial da corrida.

Frederico Peters foi vencedor da final da categoria Cadetes, ele que já tinha levado a melhor na segunda manga da prova. Ao longo das dez voltas, o vencedor teve sempre perto de si Rodrigo Ferreira, vencedor da outra manga de qualificação, mas na parte final perdeu algum terreno e teve que se contentar com a segunda posição. Gabriel Caçoila fechou as presenças no pódio, mas teve que se defender de Ruben Silva e André Quaresma que terminaram logo a seguir.

Na final da categoria Iniciação, destinada aos pilotos mais jovens, Afonso Ferreira não deixou os seus créditos por mãos alheias, e depois de vencer as duas mangas iniciais também foi o mais rápido na final, liderando da primeira à última volta. David Figueiredo foi um descansado segundo classificado, enquanto para o terceiro posto houve algumas lutas entre David Simões, Luis Alves e Tiago Faria, com este último a segurar a posição na parte final da corrida.

Passando à categoria X30, a mais participada da jornada, os pilotos tiveram algumas surpresas com o aparecimento da chuva. José Faria conseguiu ultrapassar todas as dificuldades, passando para a frente da corrida logo na segunda volta, vencendo com uma larga margem. João Correia foi o segundo classificado, num lugar que assegurou muito cedo. Já pela terceira posição passaram alguns pilotos, mas José Mora foi mais forte e assegurou a posição.

Por fim, na categoria X30 Shifter, Tiago Ferreira ainda liderou nas primeiras nove voltas, mas desistiu logo a seguir. Diogo Silva esteve muito forte e veio a ganhar posições desde a primeira volta, chegando à liderança com dez voltas cumpridas. Armando Parente, que tinha levado a melhor nas duas mangas de qualificação, não conseguiu voltar a ter um andamento forte e teve que se contentar com o segundo posto, terminando na frente de André Serafim, outro dos pilotos que rodou sempre no grupo da frente.

 

CLUBE AUTOMÓVEL DO MINHO

 


Informação e divulgação gratuita de eventos e actividades dentro do espírito  TTVerdePT.  Declinamos qualquer responsabilidade referente a elementos publicados e que nos sejam disponibilizado por terceiros.
Este site também não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente..