Editorial 2010

editorial-2000

 

O  TTVerdePT  ao disponibilizar, GRATUITAMENTE  e ao longo dos últimos DEZ ANOS, espaço para a divulgação de iniciativas e actividades ligadas ao Todo-o-Terreno e Desportos Motorizados mais alternativos, continua a  manter uma ligação profunda, sincera e desinteressada com esta “área de interesses”,  enquanto actividade lúdica, de evasão e desafio, permanentemente preocupada com a preservação do património Humano, Cultural e Histórico,  na defesa possível do Meio Ambiente e, imperativamente, no  pleno respeito das Populações.

Em 2000 assumiu pessoal e publicamente na internet, então um meio ainda incipiente mas já com largo potencial de comunicação livre e “global”,  uma “campanha”  para que o “descuido” de alguns,  poucos mas barulhentos,  evitassem os argumentos finais aos que, mediaticamente ou por outro tipo de interesses menos claros, na época nos queriam  retirar o direito de podermos andar, livre mas conscientemente,  fora do alcatrão… 

 

Sem falsas modéstias, tenho plena consciência  do lugar que o TTVerdePT actualmente ocupa no panorama do Todo-o-Terreno Nacional “livre”,  nomeadamente na sua divulgação.  Mantenho este espaço independente, sem fins lucrativos, resistindo a pressões e imune a “protagonismos”, virado tanto para o “interior” como para o “exterior”,  auscultando e reflectindo a opinião dos praticantes, apreciadores e mesmo,  porque não, dos detractores.

Tenho testemunhado oportunismos, “esquecimentos” e  faltas de carácter,  infelizmente tão banais na sociedade de hoje e como tal  também neste “nosso pequenino meio”.  Mas por cá continuarei a acolher todos, enquanto achar que vale a pena e a  “gente boa” for em maior número do que os “arrivistas” – felizmente ainda é esse o caso – já que  todos juntos só teremos a ganhar com isso..!

 

Consegui, paulatinamente e de forma consistente, ajudar a incutir em muitos a ideia, agora naturalmente aceite, de que o TT tem de ser a fruição do meio ambiente, sem agressões desnecessárias,  procurando preserva-lo e sempre que necessário – o que  infelizmente ainda acontece com demasiada frequência – corrigindo disparates alheios, cometidos por uma minoria que a todos compromete..!

 

Continua a ser  minha preocupação o combate  ao desinteresse de algumas entidades que tem responsabilidade directa e objectiva na defesa do meio, assim como outras que pretendem assumir a “liderança”,  sem serem capazes conciliar os diferentes interesses e sensibilidades.

Algumas consciências “menos tranquilas” continuarão a ficar incomodadas.  Mas continua a ser fundamental denunciar “maus comportamentos” e “atentados”,  assim como é importante elogiar e realçar pela positiva todas as intenções, acções e atitudes que o mereçam.  Quem estiver de boa fé, com legítimos fins lucrativos ou apenas por “amor á causa”,  só terá a ganhar com a ” separação do trigo do joio” .

A “orquestração” de calúnias,  mentiras, ingratidões e deslealdades de carácter pessoal que tive de enfrentar ao longo dos últimos dez anos,  se deixaram alguma mágoa,  tiveram o condão de me fazerem sempre dar “a volta por cima”,  sem qualquer espécie de vitimização” .


    Romulo de Carvalho (António Gedeão)
    In “Movimento Perpétuo”, 1956

    Álvaro Oliveira
      (webmaster)

 

Texto original escrito em Dezembro de 2000,  adaptado e reescrito em Dezembro 2010

 


Informação e divulgação gratuita de eventos e actividades dentro do espírito  TTVerdePT.  Declinamos qualquer responsabilidade referente a elementos publicados e que nos sejam disponibilizados por terceiros.

{jcomments off}

{jcomments on}