Rallye de Tunisie – Rodrigo Amaral

Oitava posição na etapa para Rodrigo Amaral na Tunísia A terceira etapa do Rali da Tunísia, 1.ª prova da Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno, correu de feição 
aos irmãos Rodrigo e Duarte Amaral.

Oitava posição na etapa para Rodrigo Amaral na Tunísia
Sical Challenge Team recupera 13 posições

Arrancando do 39.º posto da tabela classificativa, a dupla da Sical Challenge Team atacou forte desde o início para terminar a etapa de hoje na oitava posição. Um 
excelente resultado que lhes permitiu ganhar mais 13 lugares à geral, encontrando-se agora no 26.º
posto. 

Oitava posição na etapa para Rodrigo Amaral na Tunísia

“A etapa de hoje dificilmente poderia ter corrido melhor”, começou por referir Rodrigo Amaral, que
atacou “desde o início” embora tenha “perdido algum tempo com as ultrapassagens”, uma vez que foram
apenas a 39.ª equipa a arrancar para a especial de 359 quilómetros: “Estou muito satisfeito com o
resultado obtido na etapa de hoje. O nosso Bowler está fantástico e sabia desde o início do rali que
tínhamos boas hipóteses de alcançar o ‘top 10’. Infelizmente, tivemos um percalço na 1.ª etapa e
perdemos algum tempo, mas já estamos a recuperar e sei que ainda é possível regressar aos lugares
cimeiros”.

Oitava posição na etapa para Rodrigo Amaral na Tunísia

Entre os automóveis, Rodrigo e Duarte Amaral voltaram a ser a melhor equipa portuguesa em prova, numa
etapa sem problemas para os pilotos da Sical Challenge Team: “A especial de hoje foi espectacular.
Viemos sempre a rodar com bom ritmo, sem cometermos nenhum erro e sem qualquer problema no nosso
Bowler. Apesar de saber que tínhamos conseguido uma boa classificação, confesso que fiquei algo
surpreso quando, no final, soubemos que tínhamos sido os oitavos mais rápidos. Foi um excelente
resultado e espero que as coisas continuem a correr como hoje”. 

A primeira prova da Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno prossegue amanhã com a quarta etapa. Os pilotos
irão enfrentar a segunda maior especial da edição de 2008 do Rali da Tunísia (459 Kms), que os levará
de Al Qaryat a Idri: “Apesar de longa, não será tão técnica como a de hoje. Teremos ainda cerca de 100
quilómetros de areia, que poderá ser benéfico em termos de ultrapassagens. O nosso objectivo para a
especial de amanhã é voltar a atacar e tentar ganhar ainda mais posições na tabela
classificativa.” 

A dupla Krzysztof Holowczyc/ Jean Marc Fortin, voltou a ganhar uma etapa no Rali da Tunísia, 
regressando à liderança da prova, mas com apenas 34 segundos de vantagem para Christian Lavieille/
François Borsotto, segundos classificados. 

Nicolai de Lancastre
Email: nicolai.lancastre@newcomm.pt 


Informação e divulgação gratuita de
eventos e actividades dentro do espírito  TTVerdePT. 
Declinamos qualquer responsabilidade referente a elementos publicados e
que nos sejam disponibilizados por terceiros.